Como criar máquinas virtuais no Linux com o Gnome Boxes

O Gnome Boxes é um software para virtualização de sistemas operacionais que utiliza as tecnologias QEMU, KVM e libvirt.

Dentre os principais destaques da ferramenta estão:

  • A facilidade para se criar novas máquinas virtuais.
  • A facilidade de se administrar e configurar as máquinas virtuais já criadas.
  • A facilidade de instalação.

Instalação

Via Repositório

Importante notar que a versão do Gnome Boxes pode varias bastante dependendo da distribuição Linux que se está utilizando.

Arch Linux
sudo pacman -S gnome-boxes

Nota: Se o sudo não estiver configurado utilize a conta de root (sem sudo) para a instalação do pacote.

Fedora
sudo dnf install gnome-boxes
Ubuntu e derivados
sudo apt install gnome-boxes

Flatpak

Acesse a página oficial do Gnome Boxes no Flathub.

Também é possível utilizar o comando:

flatpak install flathub org.gnome.Boxes

Nota: O suporte a Flatpak deve estar ativo e configurado na distribuição Linux.

Criando uma máquina virtual

Primeiro localize o Gnome Boxes no menu iniciar ou dash da distribuição Linux:

Localizando o Gnome Boxes no dash do Gnome.

Localizando o Gnome Boxes no dash do Gnome.

Assim que o programa estiver aberto clique no botão + (mais) que está posicionado no canto superior esquerdo:

Interface do Gnome Boxes.

Interface do Gnome Boxes.

Na janela que é aberta podemos:

  • Visualizar os downloads que estão em destaque.
  • Realizar o download de outras distribuições Linux.
  • Selecionar um arquivo de imagem (ISO) que foi previamente baixado.

Opções para criar uma nova máquina virtual.

Opções para criar uma nova máquina virtual.

Nota: Para esse tutorial selecionei um arquivo ISO já existente.

Após selecionar o arquivo de imagem é exibida a tela Preparando… onde podemos escolher o sistema operacional que será instalado, ao finalizar a configuração clique no botão Próximo:

![Selecionando o sistema operacional.](https://cdn.hashnode.com/res/hashnode/image/upload/v1625915780246/iFdaaknYj

Selecionando o sistema operacional.

Selecionando o sistema operacional.

Agora temos a tela Revisar e criar, nela podemos escolher a quantidade de memória RAM e o tamanho do disco que será criado para a máquina virtual.

Para alterar os valores que estão pré definidos clique no botão personalizar, ao finalizar as configurações clique no botão Criar:

Recursos que serão utilizados pela máquina virtual.

Recursos que serão utilizados pela máquina virtual.

Aguarde o boot do sistema operacional e realize a instalação do mesmo no disco virtual que foi criado:

Iniciando o sistema operacional.

Iniciando o sistema operacional.

Por fim utilize a tela inicial do Gnome Boxes para criar novas maquinas virtuais ou gerenciar as máquinas virtuais já existentes:

Gnome Boxes listando as máquinas virtuais criadas.

Gnome Boxes listando as máquinas virtuais criadas.


Extra

Drivers do convidado (guest)

Arch Linux
sudo pacman -S \
xf86-video-qxl \
spice-gtk \
spice-vdagent \
phodav

Nota: Se o sudo não estiver configurado utilize a conta de root (sem sudo) para a instalação dos pacotes.

Fedora
sudo dnf install \
xorg-x11-drv-qxl \
spice-gtk \
spice-vdagent \
spice-webdavd
Ubuntu e derivados
sudo apt install \
xserver-xorg-video-qxl \
spice-client-gtk \
spice-vdagent \
spice-webdavd
Microsoft Windows

No Microsoft Windows pode-se utilizar a ferramenta spice-guest-tools para que os principais drivers sejam instalados.

Para habilitar o compartilhamento de pastas Instale o Spice WebDAV daemon.

Arquivos de disco

No Gnome Boxes os arquivos de disco são salvos no diretório:

 ~/.local/share/gnome-boxes/images/

Se o Gnome Boxes foi instalado via Flatpak os arquivos de disco estarão no diretório:

~/.var/app/org.gnome.Boxes/data/gnome-boxes/images

No caso do Flatpak, se por algum motivo houver a necessidade de alterar a localização dos arquivos de disco lembre-se de dar permissão ao novo diretório:

flatpak override \
--user \
--filesystem=/caminho/até/a/pasta org.gnome.Boxes

Problemas com permissão

Caso esteja com problema para realizar alterações adicione o seu usuário ao grupo kvm:

sudo gpasswd -a $USER kvm