Ir para o conteúdo

"Python e GTK 3: Como criar o ambiente de desenvolvimento (PyGObject)"

Neste texto veremos como configurar o ambiente para o desenvolvimento de aplicativos com a linguagem de programação Python (PyGObject) e a interface gráfica GTK.

Desde já é importante notar que a configuração do ambiente de desenvolvimento no Linux e no Microsoft Windows são bem diferentes, todavia em ambos os sistemas operacionais teremos os mesmos resultados.

Em sistema Linux precisamos ter a linguagem de programação Python instalada, para isso:

No Microsoft Windows a instalação dos pacotes do GTK bem como da linguagem Python é feita através do software msys2, para realizar a instalação do mesmo:

Para criar o um ambiente de desenvolvimento GTK 4:

Instalação

Nota

Os comandos apresentados nesse texto contém bibliotecas que permitirão a utilização do binding PyGObject diretamente na instalação local do Python, bem como a instalação do mesmo dentro de um ambiente virtual (venv, poetry, pipenv, virtualenv, etc).

Fedora

1
2
3
4
5
6
7
8
9
sudo dnf install \
gcc \
pkg-config \
python3-gobject \
cairo-devel \
cairo-gobject-devel \
gobject-introspection-devel \
gtk3 \
gtk3-devel

Ubuntu

1
2
3
4
5
6
7
8
sudo apt install \
python3-gi \
python3-gi-cairo \
libcairo2-dev \
libgirepository1.0-dev \
gir1.2-gtk-3.0
libgtk-3-dev \
gtk-3-examples

Para verificar se a instalação está correta, basta abrir um terminal e digitar o comando:

1
python3 -c "import gi"

Windows

Nota

Os comandos a seguir devem ser executados no terminal do msys2.

1
2
3
4
5
pacman -S \
mingw-w64-x86_64-gtk3 \
mingw-w64-x86_64-python3 \
mingw-w64-x86_64-python3-pip \
mingw-w64-x86_64-python3-gobject

O executável do Python pode ser localizado em um dos seguintes caminhos (desde que você tenha realizada a instalação padrão):

  • C:\msys32\mingw32\bin\python3.exe.
  • C:\msys32\mingw64\bin\python3.exe.

  • C:\msys64\mingw32\bin\python3.exe.

  • C:\msys64\mingw64\bin\python3.exe.

Interpretador da linguagem Python na pasta de instalação do msys2

Nota

O caminho até o interpretador Python é importante, uma vez que ele pode ser utilizado na configuração do seu editor de texto ou IDE:

Definindo o interpretador Python do msys2 no PyCharm

Para testar a instalação abrar um terminal (CMD ou PowerShell) e execute:

1
C:\msys64\mingw64\bin\python3 -c "import gi"

Atenção

lembre-se de adequar o caminho até o interpretador conforme a sua instalação.

Cuidado

Perceba que está sendo executado o interpretador Python que está dentro da pasta do msys2 e não alguma versão do Python que esteja instalada no sistema operacional!

Importando a biblioteca gi no CMD do Windows

Também é possível utilizar msys2:

1
C:/msys64/mingw64/bin/python3 -c "import gi"

Importando a biblioteca gi no terminal msys2

Se após a execução dos comandos nenhum erro for retornando a instalação e configuração estão corretas.

Ambiente virtual

Cuidado

Até o momento em que escrevo não é possível instalar o pacote PyGObject dentro de um ambiente virtual no Microsoft Windows.

Este texto descreve a utilização do venv, apesar disso podem ser utilizadas outras ferramentas como:

Para realizar a criação de um ambiente virtual utiliza-se a sintaxe:

1
python3 -m venv NomeDoAmbiente

Para utilizar uma versão especifica do interpretador Python:

1
python3.X -m venv NomeDoAmbiente

Cuidado

Para criar um ambiente virtual com uma versão especifica do Python lembre-se de substituir o X pela versão que deseja utilizar (3.7, 3.8, 3.9, etc).

A versão que você deseja utilizar DEVE estar instalada no sistema.

Os nomes mais comuns utilizados em ambientes virtual no Python são:

  • .venv.
  • .env.
  • venv.
  • env.
  • VENV.
  • ENV.

Nota

No Linux diretórios iniciados com ponto (.) são ocultos por padrão.

Ao se utilizar um destes nomes muitos editores de texto ou IDEs tendem a reconhecer de forma automática o ambiente virtual, ainda assim o ambiente pode ter outro nome qualquer.

Logo após a criação do ambiente virtual devemos ativa-lo, essa ativação é feita com o comando:

1
source NomeDoAmbiente/bin/activate

Ao ser ativo o nome do ambiente virtual deverá aparecer no inicio da linha do terminal:

Ambiente virtual ativo

Cuidado

Lembre-se de sempre ativar o ambiente virtual, caso contrario a instalação dos módulos, pacotes e bibliotecas serão realizados na instalação local do Python e não dentro do ambiente virtual.

Com o ambiente ativo é recomendada a instalação/atualização de alguns pacotes, para isso:

1
pip install --upgrade pip setuptools wheel

Por fim é realizada a instalação do PyGObject com o comando:

1
pip install pygobject pygobject-stubs

Para testar a comunicação entre Python e GTK, execute:

1
python -c "import gi"

Se o comando não retornar nenhum erro a instalação e configuração estão corretas.